- PUBLICIDADE -

Projeto leva conhecimento a público infantil e analfabetos funcionais

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) lançou um projeto para levar conhecimento ao público infantil e a analfabetos funcionais. A inovação busca a colaboração de instituições de ensino superior que contem com cursos de publicidade e propaganda para tornar os materiais produzidos pela DPDF acessíveis a essas pessoas.

O intuito é que os universitários apliquem seus conhecimentos na prática, tornando a compreensão dos materiais mais fácil e acessível | Foto: Divulgação/DPDF

O objetivo da iniciativa é buscar soluções criativas para os conteúdos, utilizando como base a responsabilidade social da função acadêmica para promover uma sociedade mais justa. O projeto faz parte da ampliação do Programa de Interação Acadêmica da DPDF, que já desenvolveu diversas atividades de alcance multidisciplinar, beneficiando a população do Distrito Federal.

A DPDF convidará diversas instituições de ensino superior para participar da iniciativa, em busca da colaboração para alcançar o público almejado. A Escola de Assistência Jurídica da DPDF (Easjur/DPDF) realizou o levantamento das universidades que contam com o curso de publicidade e propaganda para convidá-las a integrar o projeto.

O intuito é que os universitários apliquem seus conhecimentos na prática, tornando a compreensão dos materiais mais fácil e acessível. O objetivo é que as universidades adaptem o roteiro de conhecimento, material que representa o acesso à Justiça, a busca ativa, a mobilidade, a prevenção, a educação e a sustentabilidade das relações humanas. A cartilha apresenta os conteúdos produzidos pela Easjur/DPDF em colaboração com defensores públicos, servidores e instituições parceiras e servirá como base para projetos futuros da instituição.

O projeto faz parte da ampliação do Programa de Interação Acadêmica da DPDF, que já desenvolveu diversas atividades de alcance multidisciplinar, beneficiando a população do Distrito Federal

O encontro entre as universidades e a DPDF será realizado de forma virtual no dia 25 de junho, às 10h30, e poderá ser acessado por meio do link. As universidades interessadas em participar podem entrar em contato com a Easjur/DPDF pelo telefone (61) 2196-4409 ou presencialmente, na sede da escola, localizada no SCN Q. 1, Edifício Rossi Esplanada Business, loja 01, subsolo, próximo ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Para o defensor público-geral, Celestino Chupel, o novo Programa de Interação Acadêmica Multiportas inovará a maneira como informações jurídicas são disseminadas, promovendo maior inclusão. “A iniciativa é uma aliança estratégica que beneficia tanto a comunidade quanto as instituições envolvidas, gerando impacto positivo e duradouro para a sociedade”, definiu.

O defensor público e diretor da Easjur/DPDF, Evenin Ávila, explica que o objetivo é que os materiais produzidos pela instituição sejam compreendidos pelo público infantil e por analfabetos funcionais, que hoje compõem a maior parcela da população brasileira, expandindo o alcance da educação em direitos. “Acesso à informação é acesso à Justiça sustentável. A educação em direitos para crianças e analfabetos é um pilar fundamental que assegura a todos os cidadãos as ferramentas necessárias para exercer plenamente seus direitos e deveres, contribuindo para uma sociedade mais informada, consciente e resiliente”, definiu.

*Com informações da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF)

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -