- PUBLICIDADE -

GDF investe R$ 28 milhões na construção da Rota de Fuga da Cidade do Automóvel

O governador Ibaneis Rocha assinou, neste sábado (8), a ordem de serviço para início das obras da Rota de Fuga na Cidade do Automóvel, trabalho que demanda investimento de mais de R$ 28,8 milhões. A pista será dupla e terá aproximadamente 7 km de pavimento asfáltico. A obra foi contratada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER). 

Durante a assinatura do documento, o governador afirmou: “Temos que apoiar o empresariado da nossa cidade para que possa cada vez mais avançar na qualificação das pessoas, na geração de emprego e de renda” | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O chefe do Executivo ressaltou que a construção representa um avanço para a mobilidade urbana e a qualidade de vida dos trabalhadores e frequentadores da Cidade do Automóvel. “Essa é uma obra que já discutíamos havia uns dois anos”, declarou. “Temos que apoiar o empresariado da nossa cidade para que possa cada vez mais avançar na qualificação das pessoas, na geração de emprego e de renda”.

Deslocamento facilitado

A via começará no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA), passando entre o Complexo de Reciclagem e o Instituto Federal de Brasília da Estrutural, e seguirá pelo 1º Regimento de Cavalaria de Guardas (RCG), na DF-010, até o viaduto do Setor Militar Urbano (SMU), na Epia (DF-003). O trecho entre o RCG e o SMU já existe e será duplicado, enquanto a pista entre o SCIA e o RCG será construída do zero, também com duas faixas de rolamento e acostamento de ambos os lados. 

“Se estou vindo da região norte e indo para Brazlândia, vou poder cortar caminho pela pista e economizar de 5 a 7 km, deixando de passar por uma região altamente adensada, que geralmente tem engarrafamento; é uma melhoria muito significativa”

Fauzi Nacfur Júnior, presidente do DER

O presidente do DER, Fauzi Nacfur, explicou que a nova pista reduzirá o tempo de deslocamento de todos que desejarem atravessar o DF, partindo da região Norte para a Oeste e vice-versa. “Se estou vindo da região norte e indo para Brazlândia, por exemplo, vou poder cortar caminho pela pista e economizar de 5 a 7 km, deixando de passar por uma região altamente adensada, que geralmente tem engarrafamento por causa de semáforos; é uma melhoria muito significativa”, avaliou. 

A estimativa é de que a construção da rota alternativa beneficie 35 mil motoristas diariamente, segundo projeções das agências de automóveis da região. Além disso, as obras vão gerar, pelo menos, 50 empregos.

Economia local

“Hoje temos uma única entrada e saída da Cidade do Automóvel”, observou o presidente da Associação de Revendedores de Veículos do DF (Agenciauto), José Rodrigues Neto. “Quando a região foi criada, tínhamos só lojas e vendedores de veículos. Hoje temos construtoras e outros profissionais liberais que trabalham aqui, além da Estrutural, que vem crescendo todos os dias. A obra vai beneficiar muito o fluxo de veículos.”

A empresa Costa Brava Projetos e Construções, vencedora do certame, será responsável pela execução dos serviços, que incluem etapas de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização horizontal e vertical, além de obras complementares e um plano de gerenciamento de resíduos sólidos.

O investimento em mobilidade também impactará a economia da região, lembrou o administrador da Estrutural/SCIA, Alceu Prestes. “O fluxo de veículos será muito melhor, e o trânsito, muito mais rápido”, reforçou. “Abriremos um outro caminho que não existia, gerando desenvolvimento para empresas e para a cidade”.

08/06/2024 - GDF investe R$ 28 milhões na construção da Rota de Fuga da Cidade do Automóvel

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -