- PUBLICIDADE -

Projeto que revelou judoca Rafaela Silva lança unidade em São Paulo

O projeto social e esportivo que revelou a judoca Rafaela Silva, campeã olímpica e bi mundial, está com polo aberto em São Paulo desde o último final de semana. No último sábado (28), foi inaugurada uma sede do Instituto Reação na região da Freguesia do Ó, zona noroeste da capital paulista.

A expectativa do Reação, que tem como um dos fundadores o ex-judoca Flávio Canto, é a de atender 330 jovens, entre 4 e 17 anos. O espaço já abrigava um projeto, agora parceiro, liderado pelos voluntários Diogo Castilho (ex-judoca) e Diuly Stival. Em 2017 a iniciativa ganhou o apoio de uma rede de supermercados e se tornou o Instituto Roldão.

Segundo o Reação, parte dos voluntários que atuavam no espaço foram contratados para darem continuidade às atividades, que envolvem treinos de judô e aulas de reforço escolar. Ainda foram integrados à equipe novos profissionais, como uma assistente social e uma psicóloga.

O polo em São Paulo fica na Rua dos Sitiantes, 970. Segundo o site do Instituto, são três os períodos para entrada de novos alunos, geralmente em fevereiro/março, maio e agosto/setembro. As datas previstas para matrícula são divulgadas nas redes sociais do projeto, mas é possível realizar uma pré-inscrição na sede de interesse. As atividades são gratuitas.

“Tenho certeza de que daqui sairão vários campeões, não só no judô, mas também na vida”, afirmou Flávio Canto, que foi medalhista de bronze na Olimpíada de Atenas (Grécia), em 2004, em comunicado à imprensa.

O Instituto Reação surgiu na favela da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, em 2003, para levar judô e valores do esporte a jovens carentes. Conforme o projeto, são atendidos atualmente cerca de 4.500 alunos em cinco estados (Rio de Janeiro, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e, agora, São Paulo).

Dois dos medalhistas de ouro do judô brasileiro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago defendem a equipe do Reação: Gabriel Falcão (categoria até 73 quilos) e Samanta Soares (até 78 kg). Cria do projeto e atualmente no Flamengo, Rafaela Silva também foi campeã no Chile, na categoria até 57 quilos.

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -