- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Secretaria de Saúde do DF pede para que usuários do SUS mantenham cadastros atualizados

O cadastramento é importante para que os profissionais de saúde possam acompanhar pacientes e agendar consultas, exames e cirurgias; pessoas que tiveram covid-19 e são acompanhadas pelo SUS também precisam atualizar cadastros

Por Redação

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) comunica que é preciso manter o cadastro de usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) atualizado. Um dos motivos que levaram a pasta a reforçar esse pedido é fato de que muitos pacientes que foram contaminados pela covid-19, principalmente idosos, estão tendo acompanhamento a distância por equipes de saúde da SES-DF.

“É importante manter os dados atualizados na rede pública de saúde. Se trocou o número do telefone, ou mudou o endereço, é importante informar às unidades para que, no futuro, em caso de uma internação, por exemplo, o contato com familiares, em caso de necessidade, seja possível”, explica a SES-DF.

O serviço de acompanhamento a distância de pacientes com covid-19 também ocorreu com pessoas que não precisaram se internar para tratar da doença. Para isso, a SES-DF informa que foi feita conversas telefônicas para acompanhar o quadro clínico do paciente e a recuperação dos sintomas.

Usuário deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima da residência

A atualização ou até mesmo o cadastramento é importante para que as equipes de Saúde da Família possa entrar em contato com os pacientes para convocá-los a fazer exames, consultas e até cirurgias. Caso o cadastro estiver desatualizado, não é possível contatar o paciente por falta de dados no prontuário.

“O cadastro atualizado garante que o paciente possa ser contatado e assegura o planejamento de ações de saúde para cada território com o objetivo de dar mais qualidade no atendimento à população”, informa o Willkslainy Paixão, Diretoria de Saúde do Trabalhador (Disat/SVS).

Outro motivo para manter o cadastro atualizado é o fato de que os diversos segmentos trabalhistas do DF só são identificados pelo Disat/SVS através das informações contidas nos cadastros.

“Para as atividades de Vigilância em Saúde do Trabalhador é muito importante ter todos os dados do paciente, principalmente da sua ocupação que, na maioria das vezes, ou não estão preenchidos, ou estão desatualizados”, ressalta Paixão.

A atualização cadastral também pode ser feita em qualquer Unidade Básica de Saúde (ubs) do DF.

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x