- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Operação Força Conjunta, do Detran-DF, esteve neste final de semana em Planaltina

Durante as fiscalizações, foi flagrado um veículo com mais de R$11 mil em débitos; mais de mil pessoas em cerca de 700 veículos foram abordadas

Por Ricardo Ulivestro

Os agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) estiveram neste final de semana, em Planaltina, mais especificamente nas rodovias DF-128, DF-130, DF-230 e na rodovia federal BR-020, além de trechos urbanos, para realizar a Operação Força Conjunta, que tem o objetivo de coibir infrações reiteradas e retirar de circulação veículos e condutores que ofereçam risco ao tráfego.

O nome da operação se dá em razão da participação de outros órgãos de segurança, como o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), a Polícia Militar do DF e a Polícia Rodoviária Federal.

“O foco foi evitar as principais condutas que resultam em acidentes graves e que são cometidas reiteradas vezes por motoristas: embriaguez ao volante, falta de atenção e equipamentos obrigatórios ineficientes”, informa o Detran-DF.

Resultados

De acordo com o resultado da operação, mais de mil pessoas em cerca de 700 veículos foram abordadas. Entre elas, 20 motoristas foram autuados por embriaguez, sendo que nove foram presos por atingirem o índice que configura crime ou por apresentarem sinais claros de embriaguez. Outros 123 condutores foram autuados por não aceitarem fazer o teste do etilômetro, o que gera multa de R$2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Esta foi a quarta edição da ação, que abordou 700 veículos e tem o objetivo de aumentar a segurança viária

Também foram flagradas 220 irregularidades de trânsito, sendo que as infrações mais comuns foram as 51 autuações por dirigir veículo sem possuir habilitação. Os agentes também lavraram 40 multas para condutores com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e aplicação de penalidade para três motoristas dirigindo com a CNH suspensa.

No total, 40 veículos foram removidos ao depósito por falta de licenciamento, entre eles, um veículo com mais de R$11 mil em débitos.

“A operação mostrou que a integração entre todos os órgãos envolvidos permite respostas mais eficientes à segurança da sociedade, que é o objetivo finalístico das instituições envolvidas”, comunica do departamento.

*Ricardo Ulivestro – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x