- PUBLICIDADE -

Mais uma creche pública para o DF

Licitação para a construção do futuro Centro de Educação da Primeira Infância (Cepi) na QNJ, em Taguatinga, é publicada; investimento é de cerca de R$ 5,8 milhões

Flávio Botelho, da Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

Projeto do Cepi, em Taguatinga, que terá uma área construída de cerca de 1,3 mil metros quadrados | Imagem: Divulgação

Vem aí mais uma creche para a comunidade escolar de Taguatinga. De acordo com licitação que está no mercado, o investimento do Governo do Distrito Federal (GDF) é de aproximadamente R$ 5,8 milhões na edificação, que vai atender 376 crianças entre 0 e 5 anos de idade.

O certame, do tipo menor preço global, acontecerá em 6 de abril. O futuro Cepi será erguido na Área Especial 18 da QNJ, em Taguatinga Norte, e terá uma área construída de cerca de 1,3 mil metros quadrados. Os estudantes serão divididos em turmas de Creche I (0 até 11 meses), Creche II (1 ano até 1 ano e 11 meses), Creche III (2 anos até 3 anos e 11 meses) e Pré-escola (4 anos até 5 anos e 11 meses).

O coordenador regional de ensino de Taguatinga, Murilo Marconi, explica o impacto que a nova estrutura trará para a gestão e a aprendizagem das crianças. “Em instituições parceiras, não temos a gestão efetiva das creches. Ter o Cepi significa uma institucionalização, com uma concessão de uso e, caso a empresa não siga os critérios da Secretaria de Educação, ela perde o direito de ocupar aquele espaço”, afirma.

De acordo com a regional de ensino, a chegada da nova unidade vai auxiliar na meta do GDF de zerar a fila de espera por uma vaga em creche na região de Taguatinga Norte, que atualmente possui cerca de 350 crianças. “É o sonho daquela área, daquelas mães”, ressalta Marconi. Atualmente, a Coordenação Regional de Ensino (CRE) de Taguatinga possui cerca de 41,5 mil estudantes matriculados.

Em novembro, o GDF inaugurou o Cepi Jandaia, a primeira creche pública do Sol Nascente/Pôr do Sol, construído com um investimento de R$ 3,7 milhões e que atende 188 crianças de até 3 anos de idade em período integral. Até o fim de 2022, o GDF pretende finalizar a entrega de 15 Cepis nos últimos quatro anos, nos quais foram aplicados mais de R$ 50 milhões.

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, classifica os Cepis como fundamentais no processo de educação de uma criança. “A atenção básica começa com a creche. A porta de entrada é a creche. Até a criança especial, sendo estimulada precocemente, tem condições de acompanhar um aluno que não é especial”, finaliza.

* Com informações da Secretaria de Educação

Fonte: Secretaria de Educação

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -