- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Ibaneis Rocha teste positivo para covid-19

A informação foi confirmada pelo GDF e pelo próprio governador em entrevista à imprensa; ‘Fiz os exames já cedo e estou com um pequeno comprometimento pulmonar de 5%’

Por Redação

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) testou positivo para covid-19. A informação foi divulgada pelo governo nesta quarta-feira, 9, em nota oficial. Mas conforme a imprensa local tem notificado, Ibaneis está em casa em observação. Ainda segundo a imprensa, o governador teria dito que 5% de seu pulmão estaria comprometido pela doença. “Graças a Deus. Fiz os exames já cedo e estou com um pequeno comprometimento pulmonar de 5%”, disse.

A constatação da doença veio após realização de teste. Por ter viajado no final de semana em companhia de um amigo que também teve covid-19, e apresentar sintomas, como coriza e tosse, Ibaneis disse que resolveu fazer o teste cujo resultado foi positivo.

“Como eu comecei a sentir alguns sintomas, achei por bem fazer o teste, e deu positivo. Agora, é ter paciência e me cuidar”, disse Ibaneis à imprensa.

Os familiares do governador, como a primeira-dama, Mayara Noronha, e seus filhos também realizaram testes e deram negativos.

Essa não é a primeira vez que um membro do alto escalão do governo é contaminado pela doença. Também já testaram positivo o vice-governador Paco Britto e os secretários de Economia, André Clemente,de Segurança Pública, Anderson Torres, e o de Governo, Humberto Pires.

O governador está despachando de casa.

Atualizações

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) nesta terça-feira (8) notifica que 171.739 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus. Somente ontem surgiram 933 casos da doença no DF. Desse total de contaminados, a pasta informa que 157.440 já se recuperam da doença.

O número de mortos por covid-19 até ontem, às 18 horas, era de 2.763, sendo que 233 são residentes de outros estados – 219 de Goiás (entorno), um do Amapá, três da Bahia, cinco de Minas Gerais, dois do Rio de Janeiro, um de São Paulo, um do Tocantins e um de Roraima.

A região administrativamais atingida pela doença é Ceilândia, com 21.044casos e 510 mortes. Depois vem Taguatinga, com 13.845 casos e 277 óbitos; em terceiro lugar está Samambaia, com 11.169 casos e 224 mortes.

Por outro lado, as regiões que menos tem casos e óbitos pela doença são, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) com 68 infectados e nenhuma morte. Neste contexto também está também a Fercal, com 112 casos e uma morte.

A maioria dos casos no DF ocorre sobre as faixas etárias de 30 e 39 anos e entre 40 e 49 anos. A letalidade da doença, segundo boletim, é de 1,7%, enquanto a taxa de mortalidade é de 82,9 por 100.000 habitantes.  O público mais vulnerável à doença no DF são os idosos com idade acima de 80 anos.

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x