- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Casamento comunitário oficializa união de 41 casais no Distrito Federal

Projeto, que existe desde 2012, oficializou a relação de 41 casais no sábado (6) em cerimônia no Museu Nacional da República; mais de mil casais já foram beneficiados com o projeto

Por Ricardo Ulivestro

O tradicional casamento comunitário oferecido pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus) possibilitou que 41 casais oficializassem a união no último sábado (5) em cerimônia realizada no Museu Nacional da República. Os casais se inscreveram, em setembro passado, para participar do programa que já realizou o sonho 1.124 casais.

Antes do casamento, os casais passaram por encontro para treinar como seria o procedimento durante a cerimônia. A Sejus fica responsável por subsidiar a cerimônia da união civil, assim como os valores das taxas de cartório, cabelo e maquiagem dos casais, por meio de parcerias com a iniciativa privada.

“Muitos casais não têm condições de arcar com as despesas de um casamento, e sabemos que esta é a realização de um sonho. Então, vamos celebrar a união e estimular os votos de confiança, lealdade e parceria para a vida no Distrito Federal”, ressalta a titular da Sejus, Marcela Passamani, que esteve presente na cerimônia.

Em razão da pandemia de covid-19, a cerimônia seguiu os procedimentos das recomendações e normas sanitárias para o combate e prevenção do novo coronavírus. Por isso, o número de pessoas para assistir a cerimônia foi reduzido, mas houve transmissão pela internet.

Mesmo com todas as peculiaridades da cerimônia em tempos de pandemia, a alegria e a satisfação dos casais que participaram foi relatado pela imprensa local. A gari Valeria Soares, 51, e o operador de caixa Rosemberg Rodrigues, 57, estão juntos desde 1988. Em entrevista à imprensa, Valeria descreveu como se interessou pelo projeto. “Eu fiz o pedido de casamento para ele há poucos meses. O momento está sendo muito importante. Quando nos conhecemos, eu tinha seis anos, e ele 11. Hoje, temos três filhos”, disse Valeria.

Outra que também contou sobre o momento vivido foi a cabeleireira Cleidenalva Domingas, 39 anos. Ela diz que ficou sabendo do casamento comunitário através da imprensa. “Casar é o meu sonho de criança. Sempre quis usar um vestido de noiva. Estou muito feliz e realizada. Nos conhecemos há dois anos e somos almas gêmeas”, diz.

O casamento comunitário existe no DF desde 2012. O projeto foi criado para garantir o acesso das famílias às garantias dos direitos patrimoniais, sucessórios e previdenciários.

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x