- PUBLICIDADE -

Outubro Rosa | Homens também em risco de câncer de mama

Conscientização e diagnóstico precoce são cruciais para todos, Inclusive homens

O Outubro Rosa é um mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, uma doença que afeta predominantemente as mulheres. No entanto, é importante ressaltar que os homens também podem ser atingidos por essa doença, embora em uma proporção muito menor. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), apenas 1% dos casos de câncer de mama ocorrem em homens. O que chama a atenção é que, quando diagnosticados, os homens muitas vezes estão em estágios mais avançados da doença.

Os sintomas do câncer de mama em homens são semelhantes aos das mulheres, incluindo a presença de nódulos palpáveis na mama ou na axila, dor, alterações na pele, aumento unilateral do volume mamário e secreção sanguinolenta. A diferença crucial reside no fato de que, devido à menor quantidade de tecido mamário nos homens, o tumor tende a se infiltrar mais profundamente, tornando o diagnóstico mais desafiador.

No Distrito Federal, a rede pública de saúde já diagnosticou quatro casos de câncer de mama em homens este ano. No ano passado, foram registrados três casos e, em 2021, foram 12 homens diagnosticados com a doença. O Dr. Farid Buitrago, referência técnica distrital de mastologia da SES-DF, ressalta que a falta de conhecimento e a falta de costume dos homens em realizar o autoexame são fatores que contribuem para o diagnóstico tardio.

O diagnóstico do câncer de mama em homens pode ser feito por meio do autoexame da mama, semelhante ao que as mulheres realizam regularmente. Este método envolve a avaliação da região mamária em busca de caroços, secreções ou alterações na forma do mamilo. É importante que os homens estejam cientes de que essa é uma doença que pode afetá-los e estejam atentos aos sinais.

A rede pública de saúde no Distrito Federal está preparada para atender casos raros de câncer de mama em homens. Ao notar qualquer nódulo ou alteração, os homens devem procurar a unidade básica de saúde mais próxima. Lá, eles serão encaminhados para consulta com um mastologista da rede pública, que realizará o diagnóstico por meio de mamografia e, se necessário, por biópsia para identificar o tipo de tumor.

O tratamento do câncer de mama em homens pode envolver quimioterapia, radioterapia ou, em casos mais avançados, procedimentos cirúrgicos para a remoção completa da mama. A detecção precoce é fundamental para aumentar as chances de cura.

Em resumo, o câncer de mama não é uma doença exclusiva das mulheres, e os homens também podem ser afetados. A conscientização, a realização do autoexame e a busca por atendimento médico são fundamentais para um diagnóstico precoce e um tratamento bem-sucedido. Portanto, homens, estejam atentos à saúde de suas mamas, pois isso pode salvar vidas.

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -