Local abandonado vira área de lazer para moradores do Setor M Norte

A parceria transforma um local abandonado e perigoso em uma área de recreação segura

Por Ricardo Ulivestro

O beco antes sujo e bagunçado se tornou uma pequena praça alegre. Em pouco mais de 20 dias, a parceria entre a Regional de Taguatinga e os moradores do QNM 34, localizado no Distrito M, trouxe um novo espaço para a comunidade. Todos são novos, coloridos e brilhantes.

O cruzamento está localizado no bloco do Conjunto H, onde mato e entulho se acumulam há mais de uma década. Quando chove, poças se espalham por toda parte. Os próprios residentes tiveram que agir. “Alguém jogou portas de armário e materiais de construção”, disse Wivian Elier, uma cuidadora de 49 anos que mora nas proximidades há 20 anos. “Eu mesmo paguei várias vezes para tirar as ervas daninhas do beco.”

Segundo ela, a equipe de gestão também limpou várias vezes, mas sem sucesso. O policial militar Leôncio Júnior, de 48 anos, também morador da região, resolveu buscar outro caminho: propôs ao fiscal recuperar o espaço e transformá-lo em área de lazer.

“Agora, vemos pais brincando com os filhos, idosos descansando nos banquinhos”. relatou Leôncio Júnior, morador

A ideia deu muito certo. O governo usou os materiais disponíveis – blocos de cimento, bancos de concreto, cascalho, tinta e alguns brinquedos infantis. Os moradores compraram em conjunto 25 sacos de cimento, pó de cascalho e pedras para a beira da estrada. O trabalho foi realizado por 12 trabalhadores, que foram divididos em alunos de reeducação do Departamento de Gestão Penitenciária (Seape) e funcionários do GDF.

As paredes do beco são grafitadas por um artista de Taguatinga. No chão, amarelinha e outras brincadeiras foram sorteadas para as crianças. Bancos e algumas plantas também são colocados no espaço do renascimento absoluto. “Aqui só tem arbustos e terra; agora podemos jogar jogo da velha e jogo de damas. É muito legal”, comemora o estudante Gael Carvalho, de 11 anos.

Leôncio Júnior, responsável pela mobilização da comunidade, disse que a quadra estava cheia de alegria: “É uma grande satisfação. Agora vemos pais brincando com os filhos e idosos descansando nos banquinhos. Vale a pena. ” O zelador Wivian concordou: “Antigamente parecia um espaço abandonado. Hoje, há um jardim em frente à nossa casa. Antes era lindo.”

Coisas boas serão repetidas. Segundo o presidente-executivo de Taguatinga, bispo Renato Andrade, o QNL 11 vai retirar mais uma chapa, e outros pedidos de reforma já surgiram. “Os resultados e a aceitação da comunidade são muito positivos, então iremos [proativamente] para outras localidades em Taguatinga”, disse ele. “Além do lazer, também reforçamos a iluminação para dar mais segurança aos moradores”.

*Ricardo Ulivestro – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x