Investimentos garantem mais qualidade à vida no campo

Em 30 meses, 50 km de canais de irrigação 3,5 mil km de estradas recuperadas, saneamento básico, escolas reformadas e 22 mil hectares regularizados

As obras realizadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) não se restringem à área urbana. O poder Executivo local investe para o desenvolvimento da zona rural da capital. Nos últimos dois anos, foram recuperados mais de 50 quilômetros de canais de irrigação e 3,5 mil quilômetros de estradas, e regularizados mais de 22 mil hectares de terras rurais.

Ponte sobre o Córrego do Ouro, na Fercal: cerca de 2 mil pessoas aguardavam há 40 anos pela construção | Foto: P. H. Carvalho/Agência Brasília

O secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri), Cândido Teles, destaca a importância dessas obras para os produtores. “São diversos investimentos que beneficiam diretamente os agricultores. O objetivo é dar qualidade de vida, conforto e segurança para essa população”, afirma o titular da pasta.

“Os canais de irrigação, por exemplo, são de extrema importância para esses trabalhadores. Com a manutenção, foi possível gerar uma economia de 50% de água – evitando infiltração e evaporação do líquido e até mesmo a contaminação, pois essas estruturas ficavam a céu aberto”, explica Cândido Teles.

R$ 800 milserão investidos pelo GDF em saneamento básico de áreas rurais, por meio de convênio com a Funasa

Estão sendo construídas 79 fossas sépticas, responsáveis por purificar a água vinda dos vasos sanitários – que é devolvida ao meio ambiente com o mínimo de impacto ambiental. A Seagri está elaborando edital de execução de mais 100. Por meio de um convênio celebrado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o poder Executivo local vai investir mais R$ 800 mil para o saneamento básico dessas regiões.

Outras obras

Além da Seagri, o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF) realizou várias obras nas zonas rurais da capital – como o acesso à DF-055 e a Fazenda Água Limpa. Há 30 anos os moradores da região de Vargem Bonita, no Park Way, aguardavam pela pavimentação do trecho.

O serviço é tratado com grande importância pelos moradores. Afinal, a pavimentação vai beneficiar 5 mil motoristas que trafegam pelo local, além de acabar com dois problemas crônicos: o da poeira, durante o período da seca, e o da lama, nas chuvas.

A Escola Classe Ponte Alta de Cima foi uma das 80 beneficiadas com reformas entre 2019 e 2021  | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Outra via asfaltada é a do Departamento de Vias e Obras (DVO) de Planaltina. A obra, de um quilômetro, dá acesso à BR-020 e beneficia 300 alunos do Colégio Brochado da Rocha. Mais uma ponte também foi construída na comunidade do Córrego do Ouro, na Fercal. São cerca de 2 mil pessoas que aguardavam há 40 anos pela construção da estrutura metálica de 10 metros de comprimento por 3 metros de largura.

“É uma parceria do governo local para melhorar a mobilidade da população das áreas rurais do DF”, ressalta o diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur. “É conforto e segurança para aqueles que passam por esses trechos com seus veículos, para as crianças que frequentam escolas e a própria comunidade”, comenta.

Educação e saúde

Na área da educação e saúde, os investimentos também são altos. Entre 2019 e 2021, cerca de 80 escolas das áreas rurais passaram por algum tipo de reforma, como pintura, manutenção de telhados e pisos. Foram mais de R$ 13,4 milhões do Programa de Descentralização Administrativa Financeira (Pdaf) para que cada colégio fizesse benfeitorias de acordo com a necessidade do local.

Há previsão de construção de creches. Em um esforço conjunto de diversas pastas e instituições, o governo local vai investir aproximadamente R$ 1 milhão para promover esse importante apoio à agricultura familiar nos núcleos Jardim II, do Paranoá, e nos de São José, Pipiripau e Taquara, em Planaltina. O projeto vai beneficiar cerca de mil famílias.

Já em 2020, uma Unidade Básica de Saúde (UBS) foi inaugurada na Fercal, A unidade tem capacidade para atender até 4 mil habitantes. Há previsão de construção de mais duas UBSs: uma na Chapadinha, em Brazlândia, e outra na Ponte Alta, no Gama. A licitação deve ser divulgada este ano.

Informações Agência Brasília

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x