- PUBLICIDADE -

Entrevista: Prudente garante que MDB vai apoiar Bolsonaro no DF

O presidente da legenda falou em entrevista à imprensa local que o partido irá estar com Bolsonaro e Ibaneis em busca das reeleições; ‘a executiva do partido vai obedecer à orientação nacional, mas sem dúvida nenhuma o presidente Bolsonaro terá palanque na chapa do governador Ibaneis’

Por Ricardo Ulivestro / Cláudio Ulhoa

O presidente do Movimento Brasileiro Democrático (MDB) do Distrito Federal, o deputado e também presidente da Câmara Legislativa do DF, Rafael Prudente (MDB), disse, em entrevista à imprensa local, que o MDB irá apoiar a candidatura à reeleição de Jair Bolsonaro (PL). Segundo Prudente, o apoio será feito, primeiramente, a uma possível candidatura da senadora Simone Tebet (MBB) à presidência, conforme sugere a direção nacional do partido.

“Claro que a gente vai seguir aqui a orientação da executiva nacional do partido, que é de manifestar apoio, enquanto mantida a pré-candidatura da senadora Simone Tebet. […] Agora, sem dúvida nenhuma, os principais partidos que compõem a base do presidente Bolsonaro, Republicanos, PP e o PL, estão na base do governador e compõem o governo. Isso já vinha sendo construído com esses partidos nos últimos meses. Então, a executiva do partido vai obedecer à orientação nacional, mas sem dúvida nenhuma o presidente Bolsonaro terá palanque na chapa do governador Ibaneis”, afirmou Prudente.

O deputado, que disse que virá nestas eleições com deputado federal, também falou sobre as negociatas entorno das candidaturas do governador Ibaneis Rocha (MDB) e da deputada federal, Flávia Arruda (PL). Segundo Prudente, todos os acordos feitos entre os dois candidatos, até o momento, estão mantidos. E a respeito da especulação sobre o nome do ex-governador José Roberto Arruda, que estaria na expectativa de também sair a governador neste pleito, o presidente do MDB-DF afirma que esse assunto ainda não foi tratado em nenhuma das reuniões do partido, justamente por ainda não ser oficial.

“Bom, pelo menos até o momento, a palavra que um deu para o outro e o compromisso que foi feito lá atrás é de que a Flávia será a candidata ao Senado na chapa de Ibaneis. Isso está bem alinhado e a gente espera que ninguém mude de ideia nos 45 minutos do segundo tempo. Da parte do MDB, não haverá nenhum movimento contrário a isso.”, garante. “É difícil a gente trabalhar com suposição. Agora, creio que, pelo trabalho feito por ele no passado e pelas movimentações políticas feitas por ele agora, sem dúvida alguma — se a justiça liberar — Arruda será candidato, na minha visão. A base do Ibaneis é muito parecida com a do Arruda. Então, certamente, ela vai rachar, caso aconteça uma candidatura dos dois.”

O deputado comentou ainda sobre a candidatura da ministra da Mulher, Família e Direito Humanos, Damares Alves, que estaria sendo projetada pelo Republicanos, partido da base do governo Ibaneis, para ser candidata ao Senado na chapa do governador. Por outro lado, o governador Ibaneis já disse, inclusive em entrevista à imprensa, que sua candidata ao Senado será a deputada Flávia Arruda.

“Agora temos alguns problemas porque a chapa só pode lançar um candidato ao Senado. Então, não sei como vai ficar isso. O Republicanos vai ter que se decidir. Não há espaço para um governador apoiar dois senadores. […] A Damares, pelo trabalho que ela fez, pelo conhecimento que ela tem de Brasília, sem dúvida alguma tem um apoio considerável, iniciando pela base evangélica. E ela está trabalhando muito. Acho que tomou gosto. Imagino que ela entrou para ver o que queria e acabou conseguindo muito apoio. Elas precisam decidir porque, se a base racha, é capaz de vir uma terceira via e levar a vaga do Senado. O governador já decidiu: a pré-candidata dele ao Senado é a deputada Flávia Arruda”, afirmou Prudente.

Ibaneis

Ao comentar sobra a candidatura de Ibaneis, Prudente fez uma observação ao dizer que o governador pode ser reeleito, quebrando assim a tradição dos eleitores do DF de não serem muito aptos a reeleger governadores.

“Se for para fazer uma avaliação mais precisa, só não foram reeleitos os governos de esquerda. O Arruda certamente seria reeleito, só que aconteceram todos aqueles problemas e o governo dele não continuou. Mas considero que o governo Ibaneis pode quebrar esse ‘jejum’ de reeleição no DF. Pelo menos o que as pesquisas indicam é que ele é o favorito disparado. Inclusive, com grandes chances de vencer no primeiro turno, caso siga com a configuração atual”, diz.

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -