DF tem a menor taxa de mortalidade infantil no Brasil

Por Ricardo Uliverstro

O Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde aponta que o DF é a unidade da Federação que menos possui casos de mortalidade infantil. Conforme mostra o boletim, enquanto a média dos estados brasileiros é de 13,3 mortes por cada mil crianças nascidas com vida, o DF registrou 8,5.

Outra característica nesse sentido da capital federal é que ele também é a única unidade da Federação que oferece do pezinho ampliado, que detecta 40 doenças – agora, serão 53. Só em 2020, foram feitos 39.500 exames de primeira amostra entre 37.918 crianças de nascimentos registrados na rede pública.

Para a Secretaria de Saúde local, um dos principais fatores que contribuem para esse baixo número de mortalidade, além do investimento em serviços de saúde, e a vacinação dessas crianças. No DF, a cobertura vacinal em crianças ainda enfrenta barreiras culturais, como de famílias que não são adeptas a vacinarem seus filhos.

Essa realidade já tem resultados reias, tano que a cobertura vacinal na capital contra várias doenças está abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde. No caso de pólio, penta, rotavírus e tríplice, mais de 20% da população brasiliense não está imunizada.

Vacinação

Vale ressaltar que acontece até o próximo dia 29 a campanha de multivacinação para crianças até 14 anos e 11 meses. São 111 postos abertos de segunda a sexta-feira para realizar a atualização dos cartões de vacina.

Confira os locais de vacinação aqui.

*Ricardo Ulivestro – Jornalista membro da Associação Brasileira de Portais de Notícias – ABBP

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x