- PUBLICIDADE -

DF Livre de Carcaças já retirou 749 veículos das ruas

Mais uma ação ocorreu nesta sexta-feira (3), dentro da programação da Cidade da Segurança Pública, em São Sebastião

Como parte das ações da Cidade da Segurança Pública (CSP) que ocorrem em São Sebastião até domingo (5), a Secretaria de Segurança Pública (SSP) realizou, nesta quinta-feira (3), mais uma edição especial da Operação DF Livre de Carcaças.

Foram retirados 12 veículos abandonados das ruas da região. Com essa ação, chega a 749 o total de veículos abandonados retirados das vias de todo o Distrito Federal, desde que a operação foi lançada, em fevereiro de 2020.

Além de contribuir com a sensação de segurança da população, a operação tem como objetivo eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

“Não é a primeira vez que esta operação é realizada em nossa região. Ela é fundamental, pois, além de deixar a cidade mais bonita, a retirada contribui com as questões de saúde pública”Alan Valim, administrador regional de São Sebastião

“É uma ação bastante relevante e que está pactuada com o esforço do Governo do Distrito Federal para redução dos casos de dengue no DF”, explica o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo. “Além disso, a retirada desses veículos está apontada no relatório de desordens e realizado por nossa Unidade de Políticas Públicas para melhoria da sensação de segurança dos moradores”, explica o secretário, acrescentando que “o mapeamento do material contou, ainda, com o apoio do conselho de segurança local.”

A operação DF Livre de Carcaças é realizada em parceria com as secretarias Executiva das Cidades e de Políticas Públicas e DF Legal, Departamento de Trânsito do DF (Detran), Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Novacap e Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde. (SES).

“Não é a primeira vez que essa operação é realizada em nossa região. Ela é fundamental, pois, além de deixar a cidade mais bonita, a retirada contribui com as questões de saúde pública. Ou seja, ajuda a salvar vidas, embeleza a cidade e contribui para mais segurança para o cidadão”, enfatiza o administrador regional da cidade, Alan Valim.

A população também pode contribuir com a identificação dos veículos abandonados nas regiões. Basta enviar um e-mail para [email protected]. Esses carros devem apresentar características de abandono, como vidros abertos ou quebrados. Os veículos recolhidos são levados para o depósito do 3º Distrito Rodoviário do DER, onde agentes de Vigilância Ambiental fazem o controle vetorial.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -