- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

DF inicia produção de vacina russa contra covid-19 nesta sexta-feira

Inicialmente imunizante produzido será exportado a outros países; Anvisa avalia uso da vacina em território brasileiro

Por Ricardo Ulivestro

A vacina russa contra covid-19, Sputnik V, será produzida no Distrito Federal a partir de sexta-feira (15). As informações são da farmacêutica brasileira União Química que é parceira do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) na elaboração da vacina na América Latina.

No DF, a produção do imunizante vai acontecer inicialmente para atender países vizinhos que já compraram a vacina russa, como Argentina e Bolívia.  Assim que estiver pronta, a vacina será encaminhada a Guarulhos (SP) onde será envasada e fracionada.

Para ela ser usada no Brasil, antes, ela precisa da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A agência já avalia um pedido de teste da fase 3 da Sputnik V no Brasil, recebido em 29 de dezembro.

“A agência pediu complementação de informações. Até o momento, não recebemos os dados necessários para continuar a análise”, disse a Anvisa, em nota enviada à imprensa.

O Governo do Distrito Federal (GDF), mesmo já tendo um Plano Operacional de Vacinação contra a covid-19, trabalha com o Plano Nacional para vacinação que está sendo preparado pelo Ministério da Saúde.

Também em resposta à imprensa, a União Química disse que entregará as informações solicitadas pela Anvisa ainda nesta semana. Assim que houver a liberação por parte da Anvisa, inicia-se testes clínicos do imunizante. O DF está entre as unidades da Federação que farão parte do estudo.

*Ricardo Ulivestro – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x