Cratera se abriu em rua de Sobradinho e o GDF foi lá tampar

Força das águas da chuva rompeu manilha e formou buraco imperceptível; vistoria identificou outro ponto com risco de erosão e o problema foi resolvido

Aparentemente era um pequeno buraco no asfalto, com menos de 30 centímetros de diâmetro. Por baixo, no entanto, uma cratera de aproximadamente 2 metros de largura e 2 metros de profundidade havia se formado depois que uma manilha se rompeu e a terra começou a ser levada pela força das chuvas.

Nesta sexta-feira (24), o Governo do Distrito Federal (GDF) aterrou o espaço, dando fim ao problema que assustou moradores de Sobradinho.

“Assim que tomamos conhecimento, isolamos a área e acionamos a Novacap para a análise e o reparo. Vamos só esperar consolidar o aterramento para, já na segunda- feira (27), concluir com a colocação de massa asfáltica”Abílio Castro, administrador regional de Sobradinho

A intervenção ocorreu no Conjunto D da Quadra 1. O Polo Norte do programa GDF Presente cedeu uma máquina retroescavadeira e uma van de apoio dos operários, enquanto a Novacap enviou um técnico para vistoriar a área e a mão de obra para reparar o dano. Após o aterramento do buraco, a próxima etapa será a colocação do concreto na manilha rompida, o que ocorrerá já na próxima semana.

A erosão começou após a ruptura do fundo de um dos pontos de visitação – que são aquelas entradas que tem na via e servem para que técnicos promovam vistorias e manutenções nas tubulações, quando necessárias. “Forçada pelas chuvas, o concreto cedeu e a água que deveria escoar pelo encanamento começou a entrar na superfície, causando o buraco sob o asfalto”, explica o coordenador do Polo Norte, Ronaldo Alves.

Responsável por avaliar os danos causados pela cratera, o técnico da Novacap vistoriou outros pontos da rua e identificou um deles em fase inicial de ruptura. Em uma ação preventiva, o problema foi prontamente resolvido.

De acordo com o administrador regional de Sobradinho, Abílio Castro, a Quadra 1 está em um ponto com inclinação da cidade, o que, com o tempo, acaba propiciando o deslocamento das tubulações das águas pluviais. “Assim que tomamos conhecimento, isolamos a área e acionamos a Novacap para a análise e o reparo. Vamos só esperar consolidar o aterramento para, já na segunda feira (27), concluir com a colocação de massa asfáltica”, adianta.
Informações Agência Brasília

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x