- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Casos de sífilis adquirida crescem entre jovens e adultos no DF, aponta boletim

Segundo a Subsecretaria de Vigilância à Saúde do Distrito Federal, houve aumento de 37,9%, entre jovens nas faixas etárias de 20 a 29 anos, e de 23,9%, entre a faixa etária de 30 a 39 anos; diagnóstico e tratamento da doença são oferecidos na rede pública de saúde

Por Redação

O último Boletim Epidemiológico divulgado pela Subsecretaria de Vigilância à Saúde do Distrito Federal mostra que houve um aumento do número de casos de sífilis adquirida. A sífilis – infecção sexualmente transmissível (IST) – pode ser transmitida de forma congênita, ou seja, transmitida de mãe para recém-nascidos, ou adquirida, que ocorre através de prática sexual sem o uso de camisinha. Esta última classificação tem aumentado no DF, conforme aponta o boletim, em 37,9%, entre jovens nas faixas etárias de 20 e 29 anos, e em 23,9%, entre adultos com idade entre 30 e 39 anos.

Outra constatação feita pelo boletim é com relação ao número de mortalidade infantil por sífilis congênita. Nesse caso, houve queda, de 16,6 casos em cada 100 mil nascidos vivos, no ano de 2016, para 4,8 casos em 100 mil nascidos vivos em 2019. Em números reais, caiu de 473 casos, em 2018, para 425 casos, em 2019.

“O controle da sífilis é possível pela interrupção da cadeia de transmissão e a prevenção de novos casos. A detecção e o tratamento precoces são imprescindíveis para evitar a transmissão da doença, assim como o tratamento adequado das parcerias sexuais”, lembra a técnica da Gerência de Vigilância de IST, Daniela Magalhães.

Como e onde tratar

A sífilis tem tratamento e, tanto seu diagnóstico quanto tratamento, está disponível na rede pública de saúde. No DF, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) oferecem testes rápidos para diagnósticos de forma gratuita e também há o Núcleo de Testagem e Aconselhamento (NTA), que fica instalado na Rodoviária do Plano Piloto, onde também é oferecido o serviço de testagem rápida, quando é possível obter o resultado em apenas 30 minutos.

Sífilis tem cura e tratamento pode ser feito nas UBSs

O tratamento também é feito na rede pública de saúde, onde são disponibilizados medicamento e acompanhamento médico.

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x