Brasília Ambiental em ação contra maus-tratos de animais

A partir de denúncias da população, fiscais do Instituto fizeram operação em Ceilândia em parceria com Polícia Civil e resgataram oito animais

Auditores fiscais do Instituto Brasília Ambiental participaram, nesta quarta-feira (21), de operação conjunta com outros órgãos do Distrito Federal contra maus-tratos de animais. Coordenada pela Polícia Civil, a ação, intitulada Cão & Gato, foi realizada no Setor O, em Ceilândia.

Durante a ação, o instituto aplicou R$ 8,8 mil em multas e quatro termos de apreensão | Fotos: Divulgação/Brasília Ambiental

A partir de denúncias da população, foram vistoriadas 60 casas e oito animais resgatados. Ao final da operação, os fiscais do Brasília Ambiental aplicaram multas que somaram R$ 8,8 mil e lavraram quatro termos de apreensão.

Dos animais resgatados, seis foram para a Vigilância Ambiental em Saúde (Zoonoses) – três deles cães adultos e três, filhotes. Os outros dois foram acolhidos por organizações não governamentais que atuam em defesa dos animais.

Além do Brasília Ambiental e da Polícia Civil, também fizeram parte da operação a Zoonoses e a ONG Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal. Segundo os órgãos, a ação foi muito importante porque contou com a participação da população, que ajudou telefonando para os números 162 ou 197.

“Reforçamos à população que nos ajude no combate aos maus-tratos de animais, sempre registrando suas denúncias pelos telefones ou mesmo pelo site da Ouvidoria”, destacou Victor Santos, diretor de Fiscalização do Brasília Ambiental.

A punição à prática de maus-tratos de animais foi ampliada pela Lei nº 1.095/2019. A legislação abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos, exóticos, incluindo, cães e gatos.

*Com informações do Instituto Brasília Ambiental 

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x