Antes avesso a Renan, Cid Gomes apoiou o emedebista no Senado

O irmão de Ciro Gomes mudou de ideia aos 45 minutos do segundo tempo, na votação para a presidência do Senado

Antes de assumir o mandato de senador, o pedetista Cid Gomes passou a frequentar o Congresso Nacional e dizia por lá, segundo o colunista de “O Globo” Lauro Jardim, que ia fazer de tudo para impedir a vitória de Renan Calheiros na disputa pela presidência da Casa.

No entanto, horas antes de Davi Alcolumbre ser confirmado como vitorioso no pleito, o irmão de Ciro Gomes mudou de ideia e tentou convencer aliados (Rede, PSB e PPS) a abandonar o senador do DEM e a votar em… Renan, que até então era o maior dos males.

O argumento de Cid foi que ele se recusava a eleger um “lambe-botas” do Palácio do Planalto, querendo dizer que Alcolumbre trabalharia em prol dos interesses do governo Jair Bolsonaro.

Mas apesar do esforço, Cid Gomes não conseguiu virar o jogo. Notícias ao Minuto

Blog do Ulhoa

Continue Lendo

[wce_code id=1]
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x