ABBP se torna nacional e passa a atuar em todo o Brasil

Reconhecida pelo seu pioneirismo em organizar os profissionais de imprensa da capital que atuam no jornalismo digital, a Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno, a ABBP, decidiu em assembleia geral realizada na manhã deste sábado, dia 2 de outubro, ampliar a sua atuação e se tornar uma entidade representativa nacional.

Com a aprovação unânime de seus associados, a ABBP passa a se chamar Associação Brasileira de Portais de Notícias.

A sigla permanecerá a mesma em homenagem ao primeiro nome da entidade: Associação Brasiliense de Blogueiros Políticos.

Mesa diretora composta por Claúdio Campos  secretário-geral e José Fernando Vilela presidente da ABBP – (foto: Hamilton Silva)

A ideia de expandir a atuação da entidade surgiu diante da procura de veículos de comunicação de outros estados que também sentiram a necessidade de se organizar.

“Com a ABBP, nos profissionalizamos e hoje nossos sites e portais daqui conseguem ultrapassar as fronteiras do DF e Entorno. Ao longo desses anos, conseguimos mostrar para a sociedade a importância e a relevância dos nossos veículos como fonte de informação”, destaca o presidente da entidade, José Fernando Vilela.

Segundo o dirigente, a ABBP inicia uma nova etapa e promete que vai trabalhar para que os novos associados entendam o verdadeiro papel do jornalismo digital na vida das pessoas.

“Esse processo de profissionalização pelo qual passamos nos permitiu ampliar nossos negócios e hoje geramos emprego e renda. Com isso, podemos oferecer conteúdo informativo com mais qualidade para o nosso público. Ou seja, hoje nos tornamos pequenas empresas no ramo da comunicação, o que veio a aumentar a nossa responsabilidade com o nosso público”, afirma Vilela.

Fred Lima que presidiu a entidade entre 2016 e 2017 considera a liberdade de expressão, ética e responsabilidade imprescindíveis para ABBP.

“Cada gestão inicia e encerra um ciclo diferente. A missão da atual diretoria é levar a entidade para todos os cantos do país, fortalecendo a liberdade de expressão por meio do jornalismo digital, com ética e responsabilidade. Os portais são muito importantes nesse contexto”, enfatizou.

Para o diretor de Relações Institucionais, Sandro Gianelli, a entidade chegou a um estágio de profissionalização que não tem volta. Gianelli presidiu a entidade de 2017 a 2018.

“O momento é de extrema importância para a profissionalização e reconhecimento do segmento. Antigamente você se formava na faculdade de jornalismo para ir para um grande veículo e hoje as pessoas estão abrindo seu próprio veículo, empreendendo e sendo o jornalista, o redator, e, às vezes, o próprio empresário. A profissionalização e a defesa do segmento é de extrema importância”, acrescentou.

Estatuto votado e reformado – foto: Hamilton Silva

Por: Hamilton Silva – diretor de Comunicação e Marketing

Continue Lendo

[wce_code id=1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x