- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Veja como funciona o Núcleo de Atenção Domiciliar do DF

As equipes que atuam no Núcleo prestam atendimento médico, de enfermagem, fisioterápico, fonoaudiológico e nutricional a pacientes em internação domiciliar; os atendidos são pacientes totalmente acamados

Por Redação

No Distrito Federal, 44 pacientes acamados em suas residências por alguma doença são tratados pessoalmente por uma equipe especializada que vai até à residência desses pacientes prestar serviços médicos de média a alta complexidade, mas que não necessitem de internação hospitalar. Para realizar esse serviço, a Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) criou o Núcleo de Atenção Domiciliar (NRAD).

Formado por médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros, fonoaudiólogos, técnicos de enfermagem, o NRAD realiza visitas de acompanhamento e também coletas de materiais de exames em casa; além disso, faz curativos e realiza tratamento deantibioticoterapia, entre outros cuidados para evitar uma nova hospitalização do paciente. De acordo com SES-DF, Com a pandemia do novo coronavírus, a equipe também está realizando telemonitoramento semanalmente.

“O atendimento domiciliar é extremamente benéfico para o paciente, para a família dele e para o sistema público de saúde. Trata-se de um atendimento ainda mais humanizado, o paciente tem menos riscos de infecções e reinternações. Saindo do hospital, ele desocupa o leito e diminui os custos de uma internação”, explica a superintendente da região de saúde Leste do DF, Raquel Belvilaqua.

Os pacientes atendidos pelo núcleo, no geral, são pessoas debilitadas, de média a alta complexidade, mas que não necessitam internação hospitalar

Uma moradora da região administrativa de Paranoá, Elba Ghetti, de 59 anos, recebe os serviços do NRAD e confirma a sua eficácia. Para ela, que tem um familiar de 83 anos acamado, toda vez que precisou do serviço do núcleo foi atendida. “E é só ligar que eles estão prontos a chegar. É uma mão de Deus. Eu acredito que a única coisa boa que a gente tem é esse atendimento que não é fácil de conseguir. E hoje cada vez mais eu necessito disso, e eles não me deixam, é só chamar que chega. Qualquer coisa que eu precisar que eles tiverem lá de material passa com prazer e vem em casa. Me conhecem até pela voz”, afirma a moradora.

Veja abaixo os procedimentos para acionar o Núcleo de Atenção Domiciliar (NRAD)

Requisitos:
• Paciente totalmente acamado e que faça uso de algum dispositivo (Ex.: sonda naso-entérica, sonda vesical de demora, traqueostomia), ou ainda que possua úlcera por pressão (escara).

Documentação necessária:
• Precisa ter um cuidador responsável;
• CPF, RG, cartão do SUS e comprovante de residência (do cuidador e do paciente);
• Formulário de Desospitalização (para pacientes internados) ou encaminhamento médico (para pacientes oriundos da Atenção Básica).

Formas de prestação do serviço:
• Horário de atendimento: segunda a sexta, das 07h às 19h.
• Telefone: (61) 3388-9691 / (61) 2017-1350 ramal 1268

Prazos:
• Em média, 24 horas para pacientes internados e 48 horas para pacientes oriundos da Atenção Básica.

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x