- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Mais três meses de auxílio para motoristas de transporte escola

A medida visa atender a esses profissionais por mais três meses com parcelas de R$ 600; ‘Estamos amparando milhares de pais e mães de família que precisam se um apoio para ter o quê comer’, diz o governador

Por Redação

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) sancionou na tarde desta terça-feira (10) a lei que prorroga por mais três meses o pagamento do auxílio financeiro a motoristas do transporte escolar e de turismo que prestem serviço ao Governo do DF (GDF). Nesta prorrogação, o auxílio foi reduzido de R$ 1,2 mil para R$ 600. De acordo com o governo, ele está beneficiando cercade 1.505 proprietários de veículos de transporte escolar e 225 condutores de turismo.

“Entendemos que o momento ainda requer cuidado com esses trabalhadores que estão sofrendo na pele as consequências da pandemia do novo coronavírus. Estamos amparando milhares de pais e mães de família que precisam se um apoio para ter o quê comer”, explicou Ibaneis.

O governador fez questão de lembrar que o auxílio foi uma forma que a Câmara Legislativa do DF (CLDF) e o governo encontrou para socorrer as categorias que foram fortemente afetados em razão da paralisação das aulas e das visitações turísticas por causa da pandemia de covid-19.

“A medida deu super certo. O governador se sensibilizou novamente com essa questão. Chegamos em um consenso de um valor que pudesse ajudar os motoristas e o governo conseguisse pagar”, salienta o deputado distrital, Valdelino Barcelos (PP).

Para poder financiar o benefício o GDF deverá desembolsar em torno de R$ 3,5 milhões. O governo paga o auxílio desde junho deste ano com o intuito exclusivo de amparar esses profissionais que foram diretamente afetados pela suspensão do funcionamento de escolas e universidades devido à pandemia e que prestam serviço a partir de concessão ou permissão fornecida pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob-DF). As listas dos beneficiários são fornecidas pela Secretaria de Turismo (Setur-DF) e pelo Departamento de Trânsito (Detran-DF). Já o acompanhamento do benefício é feito pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Fonte News Black

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
x