Pelo segundo ano, Amazônia será tema de Bolsonaro em discurso na ONU

O presidente deve falar sobre o meio ambiente, defender a preservação da floresta Amazônica e abordar temas relacionados à pandemia de covid-19

Por Redação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursa nesta terça-feira, 22, na 72ª edição da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Por causa da pandemia de covid-19, o encontro que tradicionalmente acontece em Nova York (EUA), vai ser por videoconferência e cada país-membro fará sua apresentação através de vídeos gravados. Bolsonaro, é o primeiro presidente a falar – como é tradição – e, segundo o Palácio do Planalto, seu discurso já foi gravado e enviado à Assembleia desde a semana passada.

O tema da Assembleia Geral deste ano é “O futuro que queremos, as Nações Unidas que precisamos: reafirmar nosso compromisso coletivo com o multilateralismo – enfrentando a covid-19 através de uma ação multilateral efetiva”.

O presidente Bolsonaro deverá fazer um discurso voltado ao meio ambiente, em especial, à floresta Amazônica. Ele deve tratar também de assuntos relacionados à pandemia e às consequências econômicas provocadas pela crise advinda da pandemia.

“O presidente vai tocar na Amazônia. A princípio vai mostrar aquilo que estamos fazendo. Temos ainda a criação do Conselho [da Amazônia], a criação da operação Verde Brasil 2, um esforço do governo em combater as ilegalidades, o que não é simples, não é fácil e elas continuam a ocorrer, infelizmente”, disse o vice-presidente Hamilton Mourão fala à imprensa nesta segunda-feira (21).

Para assistir à abertura oficial da Assembleia Geral basta acessar o link, a partir das 10h. O discurso do presidente Bolsonaro será transmitido pela TV Brasil, emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Fonte News Black

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here