Debates sobre CPI da Pandemia em plenário levam a discussões sobre Regimento Interno

O debate foi motivado após uma decisão da Mesa Diretora de suspender o som dos microfones dos parlamentares durante as sessões remotas para poder organizar os trabalhos; distritais dizem que decisão é arbitrária

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rafael Prudente (MDB), disse durante a sessão da Casa, nesta quarta-feira (16), que os microfones dos distritais, durante a transmissão via internet, não mais ficarão abertos, como ocorre atualmente. Segundo Prudente, a decisão foi tomada para que as sessões aconteçam dentro de uma “forma ordeira e organizada”.

O presidente disse ainda que a medida será tomada em razão de alguns “excessos” cometidos durante as sessões parlamentares. “Podem me imputar uma série de responsabilidades, mas tenho de seguir o documento que nos rege, que é o Regimento Interno desta Casa”, diz Prudente.

Mesa Diretora pede retomada da votação de projetos

A fala do presidente foi justamente uma forma de rebater as críticas que ele recebeu após o anúncio de sua decisão. Alguns parlamentares não concordaram com a atitude de Prudente e disseram que, ao cortar os microfones dos parlamentares era uma forma de cercear o direito de expressão garantido a cada distrital.

“Hoje, não temos o direito de ligar nosso próprio microfone para nos posicionarmos, para pedirmos a fala, para pedirmos direito de resposta. Peço que revisem essa posição: é equivocada e, do meu ponto de vista, autoritária”, reclamou o deputado Fábio Felix (Psol).

Por outro lado, outros deputados concordam com Prudente e confirmam que nas últimas sessões os trabalhos foram pouco produtivos pelo fato de que com os microfones abertos, há mais interferências nos debates, o que atrasaria os trabalhos.

“A Minoria tem todo o direito de discutir e reivindicar. Isso faz parte do jogo político, mas chamo a atenção de que estamos parados há um bom tempo, e não podemos deixar de votar os projetos”, lembra o distrital Cláudio Abrantes (PDT).

Fonte News Black

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here